cisalhamento do solo

ensaio de compressão

Sondagem de Solo

Sondagens e Ensaios de Campo

Sondagem a Trado (ST) com coleta de amostra

Sondagem a Percussão (SPT)

Sondagem Mista (SM)

Sondagem Rotativa (SR)

Poço de Inspeção de Pavimento (PI)

Ensaios de Umidade e Densidade in-situ

Coleta de Amostras Indeformadas e Deformadas

Ensaios de Laboratório

Preparação de amostras para ensaios de compactação, caracterização e umidade

Ensaios de Limite de Liquidez (LL) e Plasticidade (LP)

Determinação da Densidade Real dos Grãos

Análise Granulométrica (Peneiramento e Sedimentação)

Ensaio de Compactação (Proctor Normal, Intermediário e Modificado)

Determinação do Índice de Suporte Califórnia (CBR)

Classificação MCT (Miniatura Compactado Tropical)

Ensaio de Cisalhamento Direto

Controle Tecnológico

Camada Final de Terraplanagem

Controle de Deflexão de Camadas com Viga Benkelman

EN

O futuro não é o lugar para onde estamos indo, mas o lugar que hoje estamos construindo.

by Lúcia Helena

Toggle nav

Estudos pioneiros de Ensaio de Penetração estática: ''Diepsondering'', ''Deepsounding'', Ensaio de cone holandês ou Ensaio de cone.

foto - Estudos pioneiros de  Ensaio de Penetração estática:  ''Diepsondering'', ''Deepsounding'', Ensaio de cone holandês ou Ensaio de cone. por Equipe de Campo em 03/02/2019
255 17

Segundo Velloso (1959), os primeiros estudos relativos ao ensaio de penetração estática, chamado de ''diepsondering'', ''deepsounding'', ensaio de cone holandês ou simplesmente ensaio de cone foram realizados pelo engenheiro austríaco, Karl von Terzaghi.  Posteriormente, outros estudos foram desenvolvidos pelos especialistas do Laboratório de Mecânica dos Solos de Delft, na Holanda.

 Na década de 30, foi desenvolvido um medidor mecânico de penetração de cone, que posteriormente sofreu modificações importantes introduzidas por Begemann (1953, 1963), um dos pioneiros no estudo do ensaio de penetração estática.  Em seus estudos, Begemann (1965) mostrou ser possível classificar o solo em função da razão entre a resistência de atrito lateral (fs) e a resistência de ponta (qc) do cone, definida pelo parâmetro Rf (razão de atrito). A Tabela 1, a seguir apresenta a classificação dos solos proposta por Begemann (1965), em função do parâmetro Rf: 


CLASSIFICAÇÃO DO SOLO RAZÃO DO ATRITO (%)
Areia grossa com cascalhos à areia fina1,2 a 1,6
Areia Siltosa 1,6 a 2,2
Areia Silto-argilosa2,2 a 3,2
Misturas de Argila 3,2 a 4,1
Argila4,1 a 7,0
Turfa > 7,0

Tabela 1: Classificação proposta por Begemann. Fonte:  www.periodicos.uff.br

Posteriormente, foram introduzidos sensores com o objetivo de realizar  a medição dos parâmetros de interesse. Esse dispositivo foi chamado de medidor elétrico de penetração do cone. Mais tarde, os estudiosos SANGLERAT (1974) e SEARLE (1979) modificaram e ampliaram a proposta original de BEGEMANN (1953, 1963 e 1965) e, partindo da ideia do cone mecânico, fizeram algumas alterações, a fim de: 

  • controlar a velocidade de penetração do cone;
  • variar as dimensões da haste e do cone;
  • aumentar a profundidade das sondagens.

Mais tarde, foram também inseridas algumas variáveis adicionais, como a medida da pressão intersticial da água, poropressão, o que deu origem ao Piezocone (CPTu), o sucessor do cone holandês. Os principais trabalhos que relatam essa evolução podem ser encontrados em Sanglerat (1974) e Danziger (1990). 

Aqui, no Brasil, este ensaio, foi orientado pela NBR 12069:1991 até 2015, mas a norma foi cancelada, pelo fato de não mais se adequar aos recentes equipamentos, com a introdução de recursos computacionais. Normas estrangeiras passaram a reger o ensaio: a Norma americana ASTM D-344, Standard test method for deep quasi-static, cone and friction-cone penetration tests of soils.


Precisando de sondagem? 

A Suporte pode te ajudar! Solicite um orçamento através do e-mail: orcamento@suportesolos.com.br


Bibliografia:

BEGEMANN, H. K. S. Improved method of determining resistance to adhesion by sounding through a loose sleeve placed behind the cone In Proceedings of the 3rd International Conference on Soil Mechanics and Foundation Engineering, ICSMFE, August 16 - 27, Zurich, Vol. 1, 1953.

BEGEMANN, H. K. S. The use of the static penetrometer in Holland In New Zealand Engineering, Vol. 18, No. 2, 1963.

BEGEMANN, H. K. S. The friction jacket cone as an aid in determining the soil profile In Proceedings of the 6th International Conference on Soil Mechanics and Foundation Engineering, ICSMFE, Montreal, September 8 - 15, Vol. 2, 1965. 

DANZIGER, F. A. B. Desenvolvimento do Equipamento para Realização de Ensaio de Piezocone: Aplicação a argilas moles, 1990, Tese D. Sc. COPPE/UFRJ, 1990. 

SANGLERAT, G., NHIM, T. V., SEJOURNE, M., AND ANDINA, R. Direct soil classification by static penetrometer with special friction sleeve In Proceedings of the First European Symposium on Penetration Testing, ESOPT-1, June 5 - 7, Stockholm, Vol. 2.2 , 1974. 

VELLOSO, D. A., O Ensaio de Diepsondering e a Determinação da Capacidade de Carga do Solo In Rodovia, No. 29, Rio de Janeiro, 1959. 


Sites consultados:

NBR 12069:1991 -. Solo - Ensaio de penetração de cone in situ (CPT) - Método de ensaio Acesse aqui

Leia também:

Apresentação dos Resultados das Investigações Geológico-Geotécnicas e Geoambientais: acesse aqui

Sondagem Rotativa (SR) - Apresentação dos Resultados: acesse aqui

Sondagem a Percussão (SP) - Ensaio de Lavagem por Tempo: acesse aqui

Sondagem a Percussão (SP) - Procedimentos - Execução com qualidade, eficiência e segurança: acesse aqui

Sondagem a Percussão (SP) - Equipamentos e Ferramentas - itens necessários: acesse aqui

Sondagem a Percussão (SP) - Identificação dos furos - Como fazer de forma padronizada? acesse aqui 

Sondagem a Percussão (SP) - Ensaio SPT - A técnica mais popular de investigação geotécnicaacesse aqui.

Sondagem a Percussão (SP) - O que é? Qual é Norma (ABNT) de Referência? acesse aqui.












Leave a comment