cisalhamento do solo

ensaio de compressão

Sondagem de Solo

Sondagens e Ensaios de Campo

Sondagem a Trado (ST) com coleta de amostra

Sondagem a Percussão (SPT)

Sondagem Mista (SM)

Sondagem Rotativa (SR)

Poço de Inspeção de Pavimento (PI)

Ensaios de Umidade e Densidade in-situ

Coleta de Amostras Indeformadas e Deformadas

Ensaios de Laboratório

Preparação de amostras para ensaios de compactação, caracterização e umidade

Ensaios de Limite de Liquidez (LL) e Plasticidade (LP)

Determinação da Densidade Real dos Grãos

Análise Granulométrica (Peneiramento e Sedimentação)

Ensaio de Compactação (Proctor Normal, Intermediário e Modificado)

Determinação do Índice de Suporte Califórnia (CBR)

Classificação MCT (Miniatura Compactado Tropical)

Ensaio de Cisalhamento Direto

Controle Tecnológico

Camada Final de Terraplanagem

Controle de Deflexão de Camadas com Viga Benkelman

EN

O futuro não é o lugar para onde estamos indo, mas o lugar que hoje estamos construindo.

by Lúcia Helena

Toggle nav

Amostragem para Caracterização Tecnológica de Materiais Naturais de Construção

foto - Amostragem para Caracterização Tecnológica de Materiais Naturais de Construção por Equipe de Campo em 17/12/2018
255 17

Uma das etapas importantes nos estudos geológico-geotécnicos para o desenvolvimento de um projeto de obra civil refere-se à caracterização tecnológica dos materiais naturais de construção - solo, areia e rocha.  Na grande maioria das situações, esses materiais são utilizados para a construção de maciços compactados de terra ou de enrocamento ou então empregados como agregados para concreto, pavimentos, lastros de ferrovias, entre outras aplicações.

A correta utilização desses materiais requer o conhecimento prévio das suas propriedades tecnológicas. Para tanto, a adequada caracterização deverá ser realizada a partir de amostras significativas dos horizontes geológico-geotécnicos do local de interesse, utilizando-se de técnicas apropriadas e conduzidas por procedimentos padronizados, executados, sobretudo, em laboratório. 

  • As amostras de solo (deformadas e indeformadas) são coletadas em poços de inspeção ou mesmo em locais estudados para servirem como áreas de empréstimos, sendo que a caracterização é conduzida, segundo ensaios específicos de Mecânica dos Solos. 
  • As amostras de areia são obtidas tanto em jazidas em superfície quanto em áreas submersas, para a realização de análises mineralógicas, determinação do teor de matéria orgânica e de impurezas (cloreto de sódio, por exemplo), ensaios de granulometria entre outros. A presença de animais deletérios (sílica amorfa e quartzitos friáveis, principalmente), podem restringir a utilização de areias em agregado para concreto.
  • As amostras de rocha são geralmente extraídas de afloramentos, poços de inspeção, túneis e galerias de prospecção e, principalmente, a partir de testemunhos de sondagens. Nesse último caso, deverão ser seguidos os seguintes procedimentos:

a) As amostras somente poderão ser retiradas das caixas de testemunhos após a descrição geológica e geotécnica completa e o registro fotográfico da respectiva sondagem;

b) Na caixa de sondagem, o espaço deixado pela amostra retirada deverá ser completado com um tartugo de madeira de comprimento aproximadamente igual ao da amostra, no qual deverão ser anotados: o número de identificação da amostra, a data, o motivo da supressão da amostra e as profundezas de topo e base;

c) Cada amostra extraída deverá ser fotografada com o seu respectivo número de identificação (Obra - Sondagem SR/SM - Amostra 1,2...n) e com a indicação do topo e base;

d) Deverá ser elaborada uma lista de controle, contendo: número de identificação das amostras, número da sondagem, número da caixa da sondagem, data da coleta, profundidades de topo e base e descrição geológico-geotécnica pormenorizada da amostra. Uma cópia dessa lista deverá ser entregue ao laboratorista responsável pela recepção da amostra. 


Precisando de sondagem? 

A Suporte pode te ajudar! 
Solicite um orçamento através do e-mail: 
orcamento@suportesolos.com.br


Referência Bibliográfica:

Geologia de Engenharia e Ambiental, volume 2: Métodos e Técnicas / editores Antonio Manoel dos Santos Oliveira, João Jerônimo Monticelli. São Paulo: ABGE  Associação Brasileira de Geologia de Engenharia e Ambiental, 2018.



Leia também:

Sondagem Mista (SM) - Execução da Sondagem: acesse aqui

Sondagem a Percussão (SP) - Ensaio de Lavagem por Tempo: acesse aqui

Sondagem a Percussão (SP) - Procedimentos - Execução com qualidade, eficiência e segurança: acesse aqui

Sondagem a Percussão (SP) - Equipamentos e Ferramentas - itens necessários: acesse aqui

Sondagem a Percussão (SP) - Identificação dos furos - Como fazer de forma padronizada? acesse aqui 

Sondagem a Percussão (SP) - Ensaio SPT - A técnica mais popular de investigação geotécnicaacesse aqui.

Sondagem a Percussão (SP) - O que é? Qual é Norma (ABNT) de Referência? acesse aqui.

Ensaios Geotécnicos - Ensaio de Cisalhamento Direto  - O Objetivo e a Finalidade: acesse aqui

Ensaios Geotécnicos - Análise Granulométrica do Solo - A Curva e os Tipos de Análise:  acesse aqui

Ensaios Geotécnicos - Análise Granulométrica do Solo - O Objetivo e as Frações de Solo:  acesse aqui

Ensaios Geotécnicos - Compactação de Solos - Possíveis Fontes de Erros:  acesse aqui




Leave a comment