cisalhamento do solo

ensaio de compressão

Sondagem de Solo

Sondagens e Ensaios de Campo

Sondagem a Trado (ST) com coleta de amostra

Sondagem a Percussão (SPT)

Sondagem Mista (SM)

Sondagem Rotativa (SR)

Poço de Inspeção de Pavimento (PI)

Ensaios de Umidade e Densidade in-situ

Coleta de Amostras Indeformadas e Deformadas

Ensaios de Laboratório

Preparação de amostras para ensaios de compactação, caracterização e umidade

Ensaios de Limite de Liquidez (LL) e Plasticidade (LP)

Determinação da Densidade Real dos Grãos

Análise Granulométrica (Peneiramento e Sedimentação)

Ensaio de Compactação (Proctor Normal, Intermediário e Modificado)

Determinação do Índice de Suporte Califórnia (CBR)

Classificação MCT (Miniatura Compactado Tropical)

Ensaio de Cisalhamento Direto

Controle Tecnológico

Camada Final de Terraplanagem

Controle de Deflexão de Camadas com Viga Benkelman

EN

O futuro não é o lugar para onde estamos indo, mas o lugar que hoje estamos construindo.

by Lúcia Helena

Toggle nav

Método de Investigação de Solo - Ensaios de Palheta Vane Test. Conceito, Objetivo e Vantagens

foto - Método de Investigação de Solo - Ensaios de Palheta Vane Test. Conceito, Objetivo e Vantagens por Equipe de Campo em 30/01/2019
255 17

Ensaio de Palheta Vane - Test consiste na medição do torque necessário à rotação de um molinete ou uma palheta cravada no solo, sob velocidade constante. Este ensaio tem como objetivo indicar o valor da resistência ao cisalhamento de materiais argilosos, sob condições não drenadas. É executado em geral no interior de furos de sondagens ou perfurações. 

Método utilizado na Suécia desde 1919, o ensaio Vane Test tem sido amplamente aplicado para a obtenção da resistência não drenada Su, de solos moles/médios. É utilizada, sobretudo, em projetos de aterros sobre solos moles. Traz como vantagens: Economia; Praticidade e Simplicidade. O principal objetivo  é a determinação, em campo, da resistência ao cisalhamento não drenada.

O aparelho é constituído de um torquímetro acoplado a um conjunto de hastes cilíndricas rígidas e tem na outra extremidade uma palheta formada por duas lâminas retangulares, delgadas, dispostas perpendicularmente entre si, conforme Figura 1: 

Figura 1: Palheta utilizada no ensaio Vane - TestFonte: www.insitu.com.br

Se não for possível cravar o conjunto palheta-hastes no solo, devido à existência de uma camada superficial resistente, realiza-se um pré-furo e utiliza-se um tubo de revestimento. Essa inserção do tubo provocará o amolgamento do solo e,  por isso o ensaio deverá ser executado a uma profundidade mínima de 5 vezes o diâmetro do tubo, abaixo da sua ponta.

A Figura 2, a seguir, mostra um exemplo de resultado característico do ensaio da palheta. Ele fornece dois valores de resistência não drenada:

  • a indeformada;
  • a amolgada.

Figura 2: Resultado característico do ensaio da palheta. Fonte: QUEIROZ (2013).


A Figura 3  a seguir traz um exemplo de ensaio em que não houve ruptura do solo, o que impossibilita definir a resistência ao cisalhamento nesse ponto.

Figura 3:  Fonte: QUEIROZ (2013).

Os parâmetros geotécnicos que podem ser determinados em um ensaio da palheta são resistência ao cisalhamento não drenada, a sensibilidade, que é a relação entre a resistência não drenada e a resistência não drenada amolgada, e a razão de sobre adensamento ou OCR.



Precisando de sondagem? 

A Suporte pode te ajudar! Solicite um orçamento através do e-mail: orcamento@suportesolos.com.br


Site consultados: 

www.abntcatalogo.com.br. Acesse aqui.

www.archus.com. Acesso em 29/01/2019.

Referências bibliográficas

ABNT NBR 10905:1989, Solo – Ensaios de palheta in situ – Método de ensaio, ABNT/CEE Comissão de Estudo Especial, ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas.

QUEIROZ, C. M. Propriedades Geotécnicas de um depósito de argila mole da Região de Itaguaí - RJ, Dissertação de Mestrado, UFMG  Universidade Federal de Minas Gerais, 2013.

MARQUES, A. G. et al. Métodos de Investigação do Subsolo, EDUFAL, 2015.

TERZAGHI, K., PECK, R. B. e MESRI, G., Soil Mechanics in Engineering Practice, 3rd Ed. Wiley-Interscience ,1996.


Leia também:

Classificação MCT - Ensaios Geotécnicos - Ensaio de Expansão: acesse aqui

Classificação MCT - Ensaios Geotécnicos -Ensaio de Capacidade Mini CBR: acesse aqui

Classificação MCT - Ensaios Geotécnicos - Perda de Massa por Imersão (PI): acesse aqui

Metodologia de Ensaios MCT - Fluxograma dos Grupos de Ensaios: acesse aqui 

Ensaios Geotécnicos - Ensaio de Cisalhamento Direto  - O Objetivo e a Finalidade: acesse aqui

Ensaios Geotécnicos - Análise Granulométrica do Solo - A Curva e os Tipos de Análise:  acesse aqui

Ensaios Geotécnicos - Análise Granulométrica do Solo - O Objetivo e as Frações de Solo:  acesse aqui

Ensaios Geotécnicos - Compactação de Solos - Possíveis Fontes de Erros:  acesse aqui

Ensaios Geotécnicos - Compactação de Solos - O Ensaio e as Energias de Compactação acesse aqui

Ensaios Geotécnicos - Compactação de Solos - O Histórico e o Conceito acesse aqui

Ensaios Geotécnicos - Determinação do Teor de Umidade acesse aqui

Ensaios Geotécnicos - Preparação de Amostras de Solo para Ensaios de Caracterização:  acesse aqui









Leave a comment